Quem somos

O WikiParques é uma plataforma colaborativa dedicada às unidades de conservação brasileiras. Criada em 2014, possui duas ferramentas: a Wiki – construída de forma colaborativa, na qual é possível encontrar informações sobre mais de 700 unidades de conservação – e o Blog – que traz notícias produzidas por jornalistas especializados sobre o universo das áreas naturais protegidas.

((o)) eco é um site sem fins lucrativos dedicado ao jornalismo ambiental. Criado em 2004, o site é mantido pela Associação O Eco, uma ONG brasileira que tem como missão dar voz aos bichos e às plantas, às pessoas que os protegem e aos bons debates sobre conservação.

A Fundação Grupo Boticário é uma das primeiras instituições ligadas à iniciativa privada voltadas à conservação da natureza no Brasil. Desde 1990, é uma das principais financiadoras de projetos ambientais do país, com mais de 1,5 mil iniciativas apoiadas em todas as regiões. Conserva duas reservas naturais, somando mais de 11 mil hectares de Mata Atlântica e Cerrado, os dois biomas mais ameaçados no país. A fundação também atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e nas políticas públicas, além de contribuir para que a natureza sirva de inspiração ou seja parte da solução para diversos problemas da sociedade.

Equipe

Marcio Isensee e Sá, Direção
Fotógrafo e videomaker brasileiro. Entre seus trabalhos estão os filmes “Andes Água Amazônia” (2012), “Um Rio em Disputa” (2015) e, mais recentemente, “Sob a Pata do Boi” (2018). Com seus filmes, conquistou os prêmios One Hour Award do FReDD Festival (França), em 2018; Menção Honrosa na 7ª Mostra Ecofalante (Brasil), em 2018; Prêmio Lusofonia do CineEco Seia (Portugal), em 2015; e o Prêmio Petrobrás de Jornalismo, em 2017. Seu trabalho foca principalmente na cobertura de questões ambientais no Brasil, onde contribui com publicações relevantes como ((o)) eco, Repórter Brasil, Agência Pública e Arte 1.

Duda Menegassi, Pesquisa e Roteiro
Formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela PUC-Rio. Especializada na cobertura de áreas protegidas, integra a equipe de reportagem de ((o)) eco desde 2012. Em
2017, realizou a cobertura das travessias comemorativas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que culminou no lançamento do livro “Travessias –
Uma aventura pelos parques nacionais do Brasil”, em 2018. Desde 2016, integra também a equipe fixa do WikiParques. Além de jornalista, é fotógrafa de natureza.

Paulo André Vieira, Produção Executiva
Formado em Produção Editorial na UFRJ e com pós-graduações em Gerência de Marketing e Marketing Digital pela ESPM, é Diretor de Tecnologia na Associação O Eco, que produz os sites ((o)) eco e WikiParques. Trabalhou em importantes portais de jornalismo online, como nominimo.com.br e no.com.br.

Rafael Ferreira, Coordenador de Arte e Mídia Social
Parte da equipe O Eco desde 2008, o ex-advogado formado pela UFRJ passou a acompanhar as notícias de parques nacionais e reservas naturais das várias categorias espalhadas pelo Brasil. Em 2014, se tornou editor do Blog do WikiParques e responsável pela identidade da comunicação visual do site.

Nádia Santos, Gerente administrativa
Formada em Marketing pela UNIVERCIDADE, cuida da estrutura e da organização financeira do Pé no Parque.

Pedro Vilain, Montagem
Formado em Comunicação Social pela PUC-Rio. Trabalhou como montador, fotógrafo, assistente de câmera e roteirista em peças publicitárias, documentários, ficções e videoclipes,
incluindo a edição adicional do longa-metragem “Sob a Pata do Boi”, de Marcio Isensee e Sá; a montagem do curta “Dossiê”, de Rosanna Viegas; e a fotografia dos vídeos de promo e making of da peça de teatro “Cauby! Cauby! – Uma Lembrança”, estrelada por Diogo Vilela.

Fábio Nascimento, Fotógrafo
Fotógrafo profissional desde 2010, estudou no Ateliê da Cineasta e fotógrafo documental, trabalhou para a National Geographic, Greenpeace, Médicos sem Fronteiras, The New York Times, produzindo histórias na intersecção entre pessoas, meio ambiente e ciência. Estudou jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora, e posteriormente Teoria do Cinema na Sorbonne Nouvelle, em Paris, França, e fez mestrado em Cinema Documentário em Paris VIII. Embora grande parte de seu trabalho seja em fotografia, também é diretor de cinema documentário, diretor de fotografia e editor, além de experiente em imagens aéreas. Nos últimos anos, dividiu a maior parte de seu tempo entre projetos que percorrem desde florestas tropicais até os pólos, documentando histórias em todos os continentes e no mar em navios através do globo.

Filipe Costa, Fotógrafo
Fotógrafo profissional desde 2010, estudou no Ateliê da Imagem, no Parque Lage, e trabalhou como assistente dos fotógrafos Jorge Bispo e Calé Merege. Em 2011, ganhou o concurso internacional Metro Photo Challenge e, como prêmio, teve a oportunidade de fotografar o fenômeno da aurora boreal, na Groenlândia. Em 2015, foi convidado a participar da exposição coletiva Foto Rio. Trabalhou por três anos na agência SRCOM, período no qual participou
de grandes projetos como o revezamento da tocha e as Olimpíadas do Rio, em 2016.

Micael Hocherman, Direção de Fotografia
Estudou Comunicação Visual Design na UFRJ, Comunicación Audiovisual na Universidad da Coruña e Direção de Fotografia na Escuela Internacional de Cine y TV em Cuba. Hoje é
sócio-fundador e diretor de criação da Produtora Cadenza Filmes. Atua como diretor, diretor de fotografia e designer com experiência no ramo musical, cultural, documental e
televisão. Atuou como diretor de fotografia e câmera em programas do Canal Brasil, Multishow, MTV África, BBC, Canal Viva, GNT, Food Network e HBO. Já trabalhou com publicidades e branded contents para ONGs e marcas como WWF, Anistia Internacional, Adidas, Sesc, Red Bull, Mara Mac, Farm e Shell.

Felipe Ridolfi, Som
Formado em produção fonográfica pela Universidade Estácio de Sá e Filosofia pela UFRJ, trabalha como técnico de som em diferentes ramos da profissão, da operação de áudio
em espetáculos artísticos à produção musical para filmes, peças e espetáculos de dança. Junto a isso vem trabalhando com captação de som direto e edição de som para peças de
Audiovisual.

Julia Lima, Animações e Arte
Trabalha, desde 2007, como motion designer para televisão paralelamente a projetos editoriais e de ilustração. Na Globosat produziu artes para programas do Gnt e Multishow, entre outros. Passou ainda pela Editora Abril em projetos para ipad, e pelo lançamento do canal Fox Sports no Brasil. Como freelancer fez, entre outras coisas, a direção de arte do interprograma “A História dos Alimentos”, exibido no canal Futura. Participou ainda como designer na iniciativa Rio Alimentação sustentável durante as olimpíadas e do documentário “Sob a pata do boi”.